Jucá não teve misericórdia

O senador Romero Jucá anunciou hoje que deixou a Liderança do governo Temer. Abandona, assim, um presidente politicamente comatoso.

Jucá sempre foi um político leal. Leal, mas não suicida: é candidato ao Senado por Roraima.

Entre a lealdade a Temer e a renovação do mandato (e do foro privilegiado), Jucá só tinha uma opção. Deixar o presidente ainda mais isolado, rumo a um fim de governo sorumbático.

Deixe uma resposta