JN de hoje: A chance de ouro de Marina

Como já comentei num dos lives, Marina é a única candidata que pode quebrar a polarização Lula x anti-Lula. Dito de outro modo: pode ir para o segundo turno contra, nesse caso, Bolsonaro.

É uma tarefa extremamente difícil, por óbvio. Sem tempo de TV e uma coligação forte, Marina tem que promover uma campanha impecável – nas redes sociais e nas oportunidades que tiver na TV aberta, diante de um grande público.

Para isso, Marina precisa de uma mensagem clara, que conquiste, em especial, as mulheres indecisas. Também precisa que Lula e o PT errem bastante, a tal ponto que ela possa receber parte expressiva dos votos que deveriam ir para Haddad.

Hoje à noite, portanto, Marina terá uma chance de ouro. Mostrará se tem uma mensagem articulada e clara tanto para as indecisas quanto para eleitores simpáticos a Lula.

Começaremos a descobrir se Marina tem, de fato, potencial para ser a terceira via que se espera dela, apesar das enormes dificuldades. Seu discurso nas últimas semanas e seus números nas pesquisas permitem vislumbrar isto – a possibilidade de uma surpresa.

Deixe uma resposta